Make your own free website on Tripod.com

 

Garfield

" Eu não quero pensar; estou vendo TV..."
                                                  - Garfield


Vamos Dividir Um Prato de Lasanha?"Hoje é segunda-feira? Acho que eu vou ficar o dia todo na cama e evitar que eu tenha mais um maldito dia medíocre e tedioso..." Esta frase é típica de Garfield, o gato laranja listrado que todos nós conhecemos e aprendemos a amar. Criado em julho de 1978 pelo cinquentão americano Jim Davis, hoje o felino preguiçoso é publicado em mais de 2500 jornais ao redor do mundo. Fora os zilhões de outras coisas que estampam a sua carinha gorda e felpuda por aí: camisas, moletons, canecas, jogos de videogame, e o já famoso desenho animado (exibido na Record ou no canal de tevê a cabo Cartoon Network), que ele divide com a turma da Fazenda do Orson, um porquinho neurótico que é outra das geniais criações de Davis. Algumas curiosidades sobre o bichinho laranja: Garfield é o nome do avô de Jim, e ele foi criado baseado numa raça de gatos muito comum nos Istêites, chamada de yellow tabby ou american short hair. E tem mais: Davis não tem gatos em casa: sua mulher é alérgica! :)

O mais gostoso no mundo de Garfield é ver que ele não passa de um ser humano, vestindo uma roupa de gato (como bem definiu Davis): em suas tiras, ele descasca o emocional e o psicológico dos seres humanos, brincando com o nosso dia-a-dia. Garfield é um gato suburbano, que vive num daqueles bairros típicos de classe média de qualquer cidadepooky.gif (2400 bytes) americana; ele é um glutão, fanático por lasanha e inimigo completo das rações para gatos. Ele é egoísta, preguiçoso (adorar dormir até tarde em sua caixa), detesta segunda-feira, e não curte caçar ratos ou aranhas (pra falar a verdade, ele tá faz certos arranjos com os bichinhos, em troca de comida). Apesar de parecer só pensar nele, Garfield tem alguém que ele adora proteger, cuidar, tratar como filho: o ursinho de pelúcia Pooky, que é o único que concorda com tudo que diz, e por isso, é perfeito para seu enorme ego (o urso é de pelúcia, como diabos vai responder ao que ele diz?). Pooky foi achado numa gaveta, e adotado por Garfield, para ser seu confidente e conselheiro. As maiores diversões do gato são assistir televisão, comer, perseguir e detonar o carteiro, e aporrinhar a vida de Jon Arbuckle, seu dono e um dos poucos humanos que aparecem em suas histórias.

jon.gif (4584 bytes)Jon é o tipo de humano que ninguém gostaria de ser: bobo, inseguro, tímido, que está sempre tentando agradar e que nunca, mas nunca consegue arrumar um encontro. Se vocês acham que é o Garfield quem arruina os encontros do dono, tá enganado: o próprio Jon é um nó cego sem igual, dando material suficiente para ser zoado pelo gato. Sabe uma coisa que nunca deu pra perceber? Jon trabalha, sustenta uma casa (e a gulodice de Garfield), mas em nenhum momento, a gente sabe NO QUÊ Jon trabalha...




Mas o grande nêmesis de Garfield é o cachorro Odie, o outro bichinho de estimação de
odie.gif (3307 bytes)Jon. Ele é exatamente o oposto de Garfield: amoroso, bobo, confiante, brincalhão, sempre disposto a fazer novos amigos, com a língua pra fora, babando e com o rabinho abanando. Odie não fala, mas também, nem precisa: suas imbecilidades já dizem tudo, pois ele é burro como uma porta! Como ele cai em tudo que o Garfield conta ou apronta, ele é a vítima preferida do gato: sempre que ele está lá, parado, quietinho, na borda da mesa, só na dele, o alaranjado felino vem por trás e inventa um jeito novo de empurrá-lo! O cão amarelo é a principal montaria de Garfield, quando ele se torna o Capitão Pé-de-Meia (vestido com uma porrada de meias que desaparecem da máquina de lavar).


arlene.gif (3081 bytes)Outros coadjuvantes bacanas são também felinos. A primeira é Arlene, uma gata cor-de-rosa de dentes separados que mora na vizinhança, e pela qual Garfield parece ser apaixonado. Mas o que os dois fazem o tempo todo é trocar farpas, porque a Arlene tem a língua tão afiada quanto a do Garfield, e um zoar com anermal.gif (2829 bytes) cara do outro é bem comum, deixando a gente sem saber afinal o que é que rola entre os dois. Digamos que é uma relação de amor e ódio. O outro gatinho da vida de Garfield é o gracioso Nermal. Ele é bonitinho, inocente, uma gracinha, daqueles gatos que todos adoram colocar no colo... e exatamente por ser tão irritantemente engraçadinho e fofo é que Garfield o odeia; quando Odie sai para dar uma volta com Jon e Nermal aparece para uma visita, com um papo sobre Garfield ser velho e acabado, ele se torna vítima das armações do tarado por lasanha.

carteiro.gif (4651 bytes)Outro humano nas tiras de Garfield é o dedicado carteiro, um pobre homem que sempre entrega suas cartas não importa o que aconteça, mas que sofre o diabo nas mãos doliz.gif (2985 bytes) Garfield, que adora judiar dele! Por último, podemos destacar a veterinária Liz, que algumas vezes já saiu com Jon, mas não chegou a rolar nada além disso. Pra ela, seria melhor que Garfield viesse ao seu consultório andando sozinho, porque a presença do neurótico Jon parece irritá-la bastante.







Tá mais do que na cara que você já leu uma tira, pelo menos, deste felino laranja que inferniza a vida de todos ao seu redor. E duvido que pelo menos uma vez, você não tenha lido uma de suas tiras e pensado: caraca, isto já aconteceu comigo... E mesmo sendo tão cheio de defeitos, mal-educado, irônico, sarcástico, o mundo o ama. E ele completou 20 aninhos em 1998 (como eu !!!)... você já soprou as velinhas?

Ah, só lembrando: além do site do gorducho em inglês, que você encontra clicando aqui, você agora pode encontrar a versão em português do site, dando aquela clicadinha maneira aqui!




Voltar ao Anime-se