Make your own free website on Tripod.com

 

Guy Gardner, o anti-herói

Green Lantern #59A primeira aparição de Guy Gardner foi no nº 59 da revista Green Lantern, em 1968. Ali, a origem do Lanterna Verde recebeu um "algo mais": quando Abin Sur ordenou ao seu anel que achasse alguém digno do poder esmeralda, uma outra pessoa teria sido detectada: o professor de educação física Guy Gardner. Mas como Hal Jordan estava mais próximo da nave do Lanterna Verde, ele foi o escolhido.



Até aí, tudo bem. Mas, anos depois, Guy voltava de uma aula quando o ônibus que levava seus alunos sofreu um acidente. Desesperado, ele tentava salvar a única criança que não conseguiu escapar, quando surgiu o Lanterna Verde. A garota ficou bem, mas Guy Gardner, muito ferido, acabou entrando em coma.

E foi justamente esse acidente que o privou de ser o substituto de Hal Jordan, quando este foi exilado da Terra. Como Guy estava em coma, os Guardiões buscaram uma outra pessoa – John Stewart.

Guy Gardner, herói ou anti-herói?




Anos depois, quando Guy Gardner saiu do coma, os Guardiões estavam recrutando novos membros para a Tropa dos Lanternas Verdes e ele foi escolhido. Mas, por tudo que passou na vida e por saber do lance da "escolha" por Jordan, o cara estava extremamente amargurado. O gentil professor dera lugar a um chato, briguento e arrogante, cujo único objetivo era mostrar ao mundo que ele era melhor do que Hal Jordan. Era o verdadeiro anti-herói. Detestado por muitos, idolatrado por alguns.




Mesmo assim, Guy Gardner acabou integrando a Liga da Justiça (na fase humorística), onde acabou namorando Gelo, e participou das principais sagas cósmicas da DC Comics. Quando perdeu seu anel, saiu atrás de um novo poder e, por um tempo, usou o anel de energia amarela de Sinestro, que ele roubou do túmulo do vilão, em Oa.






Tudo ia bem quando os editores da DC decidiram que só poderia haver UM Lanterna Verde. Guy, que já havia perdido seu anel verde, teve o amarelo destruído por Hal numa batalha, quando este já se encontrava em completo estado de insanidade. Guy novamente estava sem poderes, e a solução encontrada por Beau Smith, o escritor de sua série mensal foi dar a Guy, já sob o codinome Warrior, alguns dos mais manjados super poderes: superforça, invulnerabilidade, uma armadura e a capacidade de transformar partes de seu corpo em armas, graças à presença do DNA de um vuldariano em seu corpo. Isso não "colou" e o personagem perdeu sua força junto aos leitores. Essa "idéia de girico" acabou de afundar Guy na merda, que teve a sua revista mensal cancelada. Hoje, Gardner é dono de um restaurante temático sobre os Lanternas Verdes e só entra em ação em caso de urgência.









Guy Gardner em seu bar

 

Lanterna Verde: um herói de muitas faces
Alan Scott, o primeiro Lanterna Verde
Surge Hal Jordan, o maior dos Lanternas Verdes
John Stewart, o Lanterna Verde negro
Guy Gardner, o anti-herói
Kyle Rayner, o último Lanterna Verde?
Eles ficavam "verdes" de raiva
As grandes histórias do Lanterna Verde
Curiosidades esverdeadas

Voltar ao Anime-se